O teste para diagnóstico de alergia respiratória inclui três classes. O objetivo é determinar de uma forma atempada quais elementos e/ou ambientes que causam alergia.

A evidência da colocação de alérgenos no paciente com reação, que pode se manifestar como uma erupção cutânea.

Os testes realizados são:

  • Princk: Consiste em uma série de perfurações na pele, onde são colocados os alérgenos e esperada a reação.
  • Escarificação: Este consiste em uma série de arranhões nas costas em que os alérgenos são colocados e, em seguida, a reação é esperada.
  • Teste de pele envolve a colocação de uma injeção intradérmica de substâncias que causam alergia e a reação esperada.
Como Detectar Uma Alergia

Leia também: "Principais Testes de Alergia".

Uma vez que o diagnóstico é feito e se o alérgeno é algo que pode ser dispensado, é preciso tomar as medidas correspondentes, por exemplo, não usar lã, não viver com os gatos e assim por diante.

Se a causa que produz a alergia é algo que não pode ser mudado, como poeira, contaminação ao frio, é preciso aplicar um tratamento que atinge a fundo do problema.

Terapias de combinação com drogas não apenas vacinas, mas são conhecidas como imunoterapia, ou de imunomoduladores, que são atualmente o único tratamento que modifica o curso da doença.

Imunoterapia envolve a administração de vacinas que são preparadas para cada paciente de acordo com os resultados dos testes de alergia.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.