Uma unha encravada ocorre quando uma porção da unha do dedo do pé dobra a pele e se incrusta no tecido suave o que produz, em muitos casos, dor, vermelhidão e inchaço.

Pode ocorrer em qualquer um dos dedos do pé, mas frequentemente ocorre no dedão.

Entre as causas mais comuns de unhas escravadas estão:

  • Cortar incorretamente a unha do dedo do pé (arredondando as bordas da unha ao invés de cortá-la de forma reta).
  • Usar sapato apertado ou de salto muito alto.
  • Crescimento anormal dos dedos dos pés.
  • Má higiene dos pés.
  • Traumas repetidos nos dedos dos pés devido a atividades esportivas.

Alguns dos sintomas mais comuns de unhas encravadas são:

Remédios Caseiros para Unhas Encravadas
  • Dor (por vezes grave).
  • Vermelhidão nas unhas na dobra lateral.
  • Inchaço ao redor da unha.
  • Sensibilidade.
  • Inflamação.
  • Infecção.

As pessoas que estão em maior risco de desenvolver unhas encravadas são as pessoas com artrite, deficiências do sistema imunológico, neoplasias (tumores), obesidade e distúrbios circulatórios.

Remédios Caseiros para Unhas Encravadas

  • Coloque um dente de alho na unha encravada e prenda com uma bandagem à noite.
  • Mergulhe as unhas afetadas com o suco de uma cebola.
  • Coloque o pé em um banho quente de água salgada durante 15 minutos e, em seguida, enfaixe o dedo afetado por toda a noite.
  • Empurre suavemente a pele para fora da unha.
  • Mergulhe o dedo do pé afetado com cinco gotas de tintura de calêndula diluída em ½ xícara de água quente por 15-30 minutos. Em seguida, enrole o dedo do pé em um pedaço de tecido de linho.
  • Corte um limão ao meio e abra um buraco no meio como se fosse introduzir o dedo. Coloque no dedo e deixe ali por 20 minutos.
  • Lave, descasque e esmague uma cenoura até conseguir uma pasta que deve ser colocada sobre a área afetada.
  • Mergulhe o pé com a unha encravada em um recipiente que contenha 2 colheres de sopa de sais de Epson e água morna ou quente. Permaneça alguns minutos, retire e coloque um algodão pequeno embebido com o conteúdo de uma cápsula de vitamina E entre as unhas e as partes moles, para evitar a irritação e que a borda da unha se incruste nos tecidos próximos. Este remédio deve ser repetido várias vezes por dia, se necessário, até que a unha comece a crescer e a dor desapareça.
  • Coloque o pé (com a unha encravada) em um recipiente que contenha vinagre e deixe ali por 20 minutos. Em seguida, seque o pé e coloque uma bola de algodão embebida com água oxigenada, entre a unha encravada e as partes moles e deixe durante toda a noite. Este remédio tem como objetivo aliviar a dor, evitar que a unha incruste na pele que se encontra ao seu redor e prevenir infecções.
  • Ferva 3 folhas de tabaco em uma xícara de água por 5 minutos, em seguida, adicione 1 colher de sopa de sal e 5 gotas de iodo. Aplique diretamente ou mediante um pano sobre a unha encravada, várias vezes ao dia. Da mesma forma, você pode realizar escalda-pés com esta preparação. Para isso, apenas é preciso triplicar as quantidades.

Recomendações

• Corte as unhas em linha reta. É importante cortar as unhas em linha reta e nunca de forma oval, já que pode se dobrar e incrustar na pele dos lados. Sempre deixe as bordas exteriores paralelas à pele.

• Dê um banho quente para aliviar a dor. Mergulhe os pés (especialmente aquele que tem a unha afetada) em água morna por 15 minutos, 3 ou 4 vezes ao dia. Após a imersão, seque os pés e dedos cuidadosamente. Compre sapatos adequados. Os sapatos devem ter um amplo espaço para os dedos dos pés. Ou seja, é preciso evitar as pontas muito estreitas. Quanto aos sapatos com saltos altos, recomenda-se que a altura máxima seja 2,5 centímetros.

• Use sandálias para caminhar em casa. Recomenda-se usar sandálias em casa para uma rápida recuperação da unha encravada. No entanto, você deve usar sapatos fechados quando for sair. Caminhe com cuidado e não tropece. Ao caminhar tenha cuidado, já que se tropeçar com seu dedo, especialmente se usa sandálias, pode fazer com que a unha cresça para dentro.

• Consulte o seu médico se a unha encravada não melhora ou se tem um problema de saúde crônico. Se você é diabético ou tem uma condição que afeta a circulação deve chamar o médico imediatamente para evitar complicações, diante do primeiro sinal de unha encravada.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.