Os ganhos e perdas de peso habituais normal não trazem mais do que desvantagens. A falta de hábitos saudáveis ​​faz com que comamos de forma irregular e que adotemos hábitos alimentares prejudiciais como: pular as refeições, fazer dietas restritivas, para logo cedermos às tentações. Estes desequilíbrios não fazem nada além de prejudicar a nossa saúde, e por sua vez gerar um ciclo vicioso de ganhos e perdas de peso e ânimo constantes. Aqui, te contamos qual é a forma correta para perder peso, mantê-lo e a que danos estamos nos expondo com o efeito rebote.

Forma Correta de Perder Peso e Mantê-lo

Hábitos alimentares permanentes. Os ajustes de peso devem ocorrer de maneira natural, como resultado de hábitos saudáveis​​, para que possamos mantê-los no tempo. O ideal é a construção de um plano alimentar adaptado às necessidades e gostos de cada pessoa. Vamos substituindo alguns alimentos por outros e as quantidades ajustado de forma gradual.

Como Evitar o Efeito Rebote: Construindo Hábitos Para Manter o Peso

Formação. Um corpo magro, mas flácido e sem forma realmente não faz muito sentido. A ideia de estar magro é se sentir saudável e esbelto. É apropriado ir ganhando massa muscular para dar forma e tonicidade. O exercício físico é "a chave", queima gordura pelo aumento do metabolismo. Assim é como podemos manter uma dieta saudável e variada, com toda a gama de vitaminas, minerais e proteínas necessárias para um organismo vital, jovem e saudável. A equação seria: aumentar o metabolismo, manter uma nutrição saborosa e de qualidade e perder gordura.

Leia também: "Como Manter o Peso Ideal Com Hábitos Saudáveis".

Efeitos Indesejáveis ​​do Efeito Rebote:

Uma dieta que não se ajusta a nossa vida diária e nem gostos. Quando fazemos dietas restritivas e mudamos radicalmente os alimentos, proporções e fornecimento calórico, o nosso corpo desacelera, inevitavelmente, começamos a sentir a necessidade, fome, ansiedade. É claro que o nosso metabolismo não está adaptado às novas diretrizes e ocorre o estresse.

Danos a pele. A flacidez e as estrias são danos bastante comuns que sofre a pele com as variações de peso. A pele se estica, se encolhe em ritmo acelerado e assim não permitimos que se reajuste ao nosso novo contorno.

Perda de massa muscular. Com as dietas radicais, apesar de vermos os efeitos de curto prazo, geramos um efeito invisível muito indesejável, a perda de massa muscular. Quando emagrecemos a ritmo mais acelerado, inevitavelmente o corpo também cataboliza massa muscular, a fim de não perder completamente as reservas de energéticas de lipídios. A questão é que ao diminuir a massa muscular perdemos forma, firmeza e tonicidade, mas também sem saber estamos diminuindo o ritmo do metabolismo do nosso corpo. E o que é pior ainda, a massa muscular não se recupera, porque por ser um tecido especializado, assim como os neurônios, não possuem a capacidade de se duplicar. É assim que o organismo gradualmente gastará menos energia e cada vez custará mais perder peso e gordura.

Sentimento de frustração. Tentações. Desvalorização... Não é saudável entrar nesse ciclo destrutivo. O efeito rebote não apenas gera danos a nível físico, mas também sentimentos de frustração por não ser capaz de alcançar ou perder a meta pela qual tanto temos nos sacrificado. É por isso que te encorajamos a construir passo a passo, sobre bases sólidas, cumprindo com pequenas orientações que no somatório darão grande satisfação, saúde, beleza e bem-estar em longo prazo.