Um estudo relata que o óleo essencial de hortelã (menta) poderia ajudar a melhorar muitos aspectos do desempenho atlético em homens saudáveis.

O rendimento esportivo ou desempenho ao fazer exercício, descreve a capacidade de um indivíduo para utilizar seus vários músculos para se manter em boa forma física. O exercício é qualquer forma de atividade física que ajuda a promover a saúde em geral. Para a maior parte, é considerado benéfico para a saúde o movimento do corpo, enquanto realizado com moderação e no nível de habilidade de cada pessoa. Existem muitas maneiras para se exercitar, incluindo jardinagem, caminhadas, atividades esportivas, e dança. O desempenho esportivo de um indivíduo pode ser medido em termos da resistência cardiovascular, força muscular e capacidade de exercício.

O Óleo de Hortelã Poderia Melhorar o Desempenho Atlético

A hortelã tem sido estudada para melhorar o desempenho atlético. A hortelã é uma planta que cresce em toda a Europa e América do Norte e é amplamente cultivada por seu óleo perfumado. Historicamente tem sido utilizado óleo de hortelã para inúmeras condições de saúde, incluindo sintomas do resfriado comum, cólicas, dores de cabeça, indigestão, dores articulares e náuseas. A folha de hortelã tem sido utilizada para os transtornos estomacais e intestinais e para a doença da vesícula biliar. O óleo de hortelã está disponível como óleo de erva, em cápsulas com revestimento entérico, em cápsulas moles de gelatina, na forma líquida. Em pequenas doses, como no chá ou em gomas de mascar, a hortelã é considerada segura em adultos saudáveis, não gestantes e não alérgicas. Os Estados Unidos são um dos principais produtores de hortelã. Os maiores mercados para o óleo de hortelã são os fabricantes de goma de mascar, creme dental, enxaguatório bucal, e produtos farmacêuticos.

No estudo atual, os pesquisadores recrutaram 12 atletas masculinos saudáveis que consumiram 500 ml de água mineral com 0,05 mililitros de hortelã essencial a cada dia durante dez dias. Em cada indivíduo, a equipe mediu a pressão arterial, frequência cardíaca e fluxo de ar antes e após a suplementação. Os atletas realizaram testes ergométricos (cinta para caminhar) durante o curso do estudo.

Os resultados sugerem que o óleo essencial de hortelã induziu mudanças significativas no fluxo de ar, potência e tempo de esgotamento.
Os autores concluíram que o estudo parece apoiar a eficácia do óleo essencial de hortelã sobre o desempenho atlético dos atletas jovens do sexo masculino. No entanto, são necessárias mais pesquisas para entender melhor e confirmar estes resultados.

Entre as muitas ervas e suplementos estudados para melhorar o exercício se encontram a creatina e a cafeína, as quais estão apoiadas por fortes evidências científicas para esta finalidade.

Para mais informações, recomendamos a leitura do artigo "Suplementos que Melhoram o Desempenho Aeróbico".