Manter o corpo saudável requer um equilíbrio adequado entre o estilo de vida e a relação com a natureza. Apenas assim o nosso corpo pode resistir ao estresse, má alimentação, doenças e outros fatores que o deterioram. Por isso, vamos falar sobre o óleo chia, seus benefícios e propriedades, assim como ensinar a preparar receitas para manter a forma.

O óleo de chia provém das sementes da planta que tem o mesmo nome, também conhecida como Salvia hispânica. É um óleo de origem vegetal que protege o coração e a saúde cardiovascular devido ao seu teor de ômega-3. Da mesma forma, ajuda a reduzir e controlar o colesterol e fornece um bom efeito antioxidante ao corpo.

Óleo de Chia: Propriedades, Benefícios e Receitas

As sementes de chia com as quais se produz o óleo tem uma história interessante. Provêm da América Central e os maias foram aqueles que souberam usá-las pela primeira vez, já que essas sementes formavam parte dos componentes com os quais os maias elaboravam suas refeições. Também passaram a ser a oferenda aos deuses para dar graças pela colheita.

A descoberta medicinal foi em grande parte pelos astecas, que usavam as sementes de chia para preparar diversos medicamentos naturais, especialmente para os guerreiros. Posteriormente, a planta chia desapareceu durante um tempo devido a conquista da América: os campos foram queimados por várias razões, entre elas o sacrilégio.

Posteriormente, a chia foi aparecendo pouco a pouco em várias partes da América, entre elas Bolívia, Argentina, México e Guatemala. A partir desse momento, o óleo de chia voltou a ser usado para vários propósitos, além dos medicinais.

Leia também: "Propriedades do Óleo de Girassol".

Benefícios do Óleo de Chia:

Consumir o óleo de chia oferece inúmeros benefícios à saúde, entre eles:

  • Oferece efeitos antioxidantes para o corpo: diante de inflamações, vírus, tumores e outros, estamos muito mais protegidos ao consumir este óleo.
  • Fortalece o sistema imunológico e o ajuda a se recuperar.
  • Cuida do sistema cardiovascular de derrames e diversos problemas arteriais.
  • Não contém glúten, por isso é adequado para o consumo de pessoas com doença celíaca.
  • Especialmente recomendado para prevenir a osteoporose e recomendável durante a gravidez, devido ao seu elevado teor em cálcio, potássio, magnésio, ferro, zinco e fósforo.
  • Ajuda no processo de absorção das vitaminas A, D, E e K.
  • Regula os níveis de glicose e colesterol e, ao mesmo tempo, fornece fibra solúvel.

Propriedades do Óleo de Chia:

Óleo de chia fornece vitamina B para o corpo. Isso ajuda a manter a saúde cardiovascular ao neutralizar os efeitos da homocisteína, que provoca placas nas paredes dos vasos sanguíneos.

  • É rico em cálcio, ferro, fibra dietética solúvel e antioxidantes. Uma única semente chia dispõe de 714 mg de cálcio e no leite apenas podemos encontrar 125 mg.
  • Contém magnésio, ferro, zinco e fósforo.
  • É rico em ômega-3 e, por conseguinte, ajuda a prevenir e controlar doenças como a hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, cardiovasculares. Também ajuda a reduzir significativamente os níveis de colesterol no sangue.

Leia também: "Propriedades do Óleo de Magnésio".

Receitas Com Óleo de Chia:

Tente experimentar algumas dessas receitas com óleo chia para planejar um menu completamente saudável em pró do seu bem-estar.

Pudim de Chia. Esta receita inclui tanto o óleo como as sementes de chia. Ao colocar de molho durante toda a noite as sementes com um pouco de óleo de chia vai se formando uma textura semelhante à que tem a tapioca. A mistura resultante é muito semelhante ao pudim. Você também pode adicionar canela e frutos secos como amêndoas, nozes ou avelãs na superfície. Para começar a preparar um pudim de chia pudim você apenas precisa:

  • 1/3 de xícara de sementes misturado com 2 colheres de sopa de óleo de chia.
  • 2 colheres de sopa de mel (você pode usar mais se desejar).
  • Uma xícara de leite de coco.
  • ¼ colher de chá de sal marinho ou do Himalaia.
  • ½ colher de sopa de baunilha a gosto.

Preparação: Em primeiro lugar, meça a quantidade de sementes, o óleo, o mel, o leite de coco e a baunilha para poder proceder com a preparação da mistura. Então, deixe que a mistura esfrie por cerca de 30 minutos ou, se preferir, durante toda a noite para que as sementes de chia ganhem consistência, graças a umidade, e essa mistura se torne semelhante ao pudim.

Você pode servi-lo em uma taça ou um copo, a seu gosto, e inclusive pode adicionar na parte de cima os frutos secos que mais gosta.

Lanches Para Levar: As famosas barras de frutos secos com óleo e semente de chia podem ser uma opção ideal para levar na bolsa no caminho para o trabalho ou onde quer que você vá. Você pode comprá-las em lojas veganas ou de produtos naturais.

Sua preparação é muito simples: você apenas deve misturar os frutos secos que quer em uma tigela junto com um pouco de óleo de chia e mel. Então, você deve colocar a mistura em uma bandeja e colocá-la no forno por 15 a 30 minutos. Ao retirar do forno espere que esfrie e corte os pedaços em forma de barras embale em sacos ou filme plástico e leve com você.

Batidos: O óleo de chia é conhecido por dar energia e vigor. Coloque 2 a 3 colheres de sopa de óleo de chia em seus batidos energéticos verdes depois do treino e os benefícios que obterá serão surpreendentes. Na verdade, você pode misturar o óleo de chia para preparar suco com pepino, folhas verdes, como a salsa e o espinafre, junto com o gergelim e, inclusive, com a sua bebida de proteína diária e no suco de abacaxi, melão, kiwi, morango e muito mais.

Geleia de Chia: Uma geleia caseira à base de óleo e sementes de chia será o complemento perfeito para um lanche. Você pode misturar 2 colheres de sopa de chia mais uma xícara de sementes de chia junto com amoras, morangos, pêssegos ou a fruta que preferir para fazer uma mistura para espalhar. Você pode servir frio ou à temperatura ambiente e espalhar um pouco sobre torradas ou comer sozinha.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.