A lavanda, pertencente à família das Labiatae, é um arbusto perene nativo da região mediterrânea.

Devido ao fato de que os romanos descobriram a utilidade desta planta na higiene pessoal lhe deram o nome de lavanda que significa lavar.

A lavanda alcança até um metro de altura. Na base do arbusto, você pode encontrar talos compactos e lenhosos cobertos de folhas verde-cinza. Suas flores são de cor azul clara ou púrpura e de forma larga como espigas.

Na atualidade, a lavanda é usada principalmente no mundo da medicina natural e cosmética (perfumes, sabonetes e sachês perfumados, etc.). No entanto, a lavanda também tem sua utilização na gastronomia, já que suas flores são usadas para decorar bolos ou temperar tortas para dar-lhes um sabor original.

Remédios Caseiros Com Lavanda e Seu Óleo

Da mesma forma, a lavanda tem sua importância em casa, já que protege a roupa da invasão de traças e afasta do ambiente circundante mosquitos e moscas.

Propriedades Curativas da Lavanda

A lavanda é composta por essências (linalol, gerianol, pineno, cineol, borneol), e taninos, saponinas e éter valérico. Por isso, tem várias propriedades como antisséptico, diurético, antiespasmódico, digestivo, sudorífico, vermífugo, analgésico e sedativo.

Devido às suas propriedades sedativas, resulta útil em casos de dores de cabeça, dores de estômago e sintomas de origem nervosa, como estresse e insônia.

A lavanda também tem propriedades para acalmar os nervos do coração e, por isso, é indicada para os casos de taquicardia e hipertensão arterial.

Resulta uma grande aliada do sistema digestivo, já que, mediante infusões, alivia casos de digestão pesada, gases, náuseas, cólicas intestinais e perda de apetite.

Quanto ao seu uso externo, a lavanda é considerada um cicatrizante, bacteriostático, inseticida e antivenenoso.

Você pode aplicar uma compressa de lavanda sobre o fígado com o qual se consegue ativar o cumprimento das suas funções, enquanto que os gargarejos da infusão de lavanda cura pequenas lesões na boca.

Resulta mito útil sua infusão para a pele em casos de pele oleosa, acne, furúnculos, eczema, etc.

Esta planta também ajuda o sistema genital feminino, já que alivia infecções vaginais. Para isso, se deve realizar lavagens.

Aplica-se mediante massagens, alivia dores musculares, reumatismo e gota e com alecrim melhora a circulação.

Na aromaterapia com o óleo essencial de lavanda se dão massagens contra dores musculares e estresse.

Também, pode combater infecções que atacam o sistema respiratório (bronquite, resfriados, entre outros) e até alivia a asma mediante os vapores da lavanda.

Leia também: "Benefícios Do Óleo Essencial De Lavanda".

Remédios Populares Com Lavanda

Remédio com lavanda para a insônia # 1: Coloque em um saco, flores secas de lavanda. Coloque sob o travesseiro a fim de conciliar o sono.

Remédio com lavanda para a insônia # 2: Coloque em um difusor de aromaterapia 3 gotas de lavanda e 3 gotas de laranja e deixe que o aroma encha o quarto antes de deitar.

Remédio com lavanda para a tosse: Faça inalações 2 vezes ao dia com uma combinação de 4 gotas de lavanda e 3 gotas de cedro do Atlas.

Remédio com lavanda para infecções de pele: Dilua 4 gotas de lavanda, 3 gotas de árvore do chá e 3 gotas de camomila romana em 20 ml de óleo de amêndoa e aplique mediante uma massagem suave sobre a área afetada.

Remédio com lavanda para reumatismo # 1: Coloque 250 gramas de floração ou flores em 1 litro de álcool 95°. Deixe macerar durante uma semana e meia e filtre. Coloque mediante um pano sobre a área dolorida e esfregue levemente.

Remédio com lavanda para reumatismo # 2: Despeje 1 pitada de camomila, 1 colher de sopa de lavanda, 2 de pensamento, 2 de alecrim e 2 de sálvia em 1 litro de água e deixe ferver por 10 minutos. Deixe esfriar e coe. Tome 4 xícaras por dia.

Remédio com lavanda para gota: Dissolva 10 gramas de óleo essencial de lavanda em 100 gramas de azeite de oliva. Aplique friccionando suavemente sobre as áreas onde sofre de dor.

Remédio com lavanda contra o estresse: Adicione um pouco de óleo de lavanda em um difusor, a fim de dispersar o aroma em um quarto. Se não tiver um difusor, adicione 3 gotas de óleo de lavanda em uma tigela de água fervendo e inale o vapor.

Remédio com lavanda para dores de cabeça: Aplique um pouco de óleo de lavanda nas têmporas. Dê uma massagem várias vezes.

Remédio com lavanda para distúrbios do estômago: Despeje 1 colher de chá de flores de lavanda em uma xícara de água fervendo durante 10 minutos e coe. Tome uma xícara quente desta infusão depois de cada refeição principal.

Remédio com lavanda para prevenir infecções em pequenas feridas, arranhões e pequenos cortes: Molhe um pano limpo em uma infusão de lavanda e aplique a compressa na ferida.

Remédio com lavanda para mordidas e picadas de insetos: Misture algumas gotas de óleo de lavanda em uma colher de chá de azeite de oliva e esfregue a área afetada. A lavanda alivia a coceira que provoca a picada graças à sua ação tanto anti-inflamatória como analgésica, neste caso menor.

Remédio com lavanda para infecções vaginais: Ferva um ramo de flores por litro de água por 10 minutos e deixe esfriar antes de filtrar. Use em banhos vaginais que podem ser aplicados até eliminar a infecção.

Remédio com lavanda para apneia do sono: Coloque algumas gotas de óleo de lavanda em um lenço e em seguida, colocar debaixo do travesseiro antes de dormir. Outro remédio com lavanda para combater de forma natural a apneia do sono consiste em adicionar algumas gotas de óleo de lavanda no difusor à noite antes de dormir.

Remédio com lavanda para repelir traças e mosquitos: Coloque flores secas de lavanda em sacos de pano dentro dos armários e quanto aos mosquitos, coloque algumas folhas em uma tigela ou pendure um buquê na janela.

Precauções

  • Evite o uso de óleo essencial de lavanda durante a gravidez ou amamentação.
  • É importante experimentar o óleo essencial de lavanda. Para isso, aplique uma gota em uma pequena área da pele. Se a área torna-se vermelha ou inchada, não use este óleo.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.