O joelho é uma articulação muito complexa formada no ponto de união do fêmur, fíbula e patela. Seus ossos estão ligados por ligamentos e a patela aos ossos por meio de tendões.

Também é constituído por dois rolamentos ou colchões, chamados meniscos, e de algumas bolsas ou sacos de líquido que tem como objetivo proteger a estrutura do joelho e reduzir a fricção.

É importante observar que o joelho deve suportar muita pressão em um espaço pequeno e também o utilizamos de forma constante, seja para subir e descer escadas ou caminhar normalmente. Por isso, está mais facilmente exposto ao desgaste e dor.

A dor no joelho pode ser causada por:

  • Artrite.
  • Osteoartrite.
  • Lesões da patela, menisco ou ligamentos.
  • Alterações estruturais que causam caminhar com as pernas um pouco arqueadas (como, por exemplo, o geno vago).
  • Receber golpes ou traumatismos diretos ou indiretos.
  • Excesso de peso, entre outros.
Remédios Caseiros Para Dor no Joelho

Remédios caseiros para dor nos joelhos:

  • Envolva uma bolsa plástica que contenha gelo com uma toalha. Em seguida, aplique sobre o joelho por um máximo de 20 minutos. Repita até quatro vezes sempre que em cada uma não exceda 20 minutos, já que poderia danificar a pele. Este remédio é recomendado especialmente se você sente dores no joelho imediatamente depois de alguma atividade física vigorosa ou de ter recebido um golpe nessa área.
  • Aplique panos de tintura de arnica quando a dor no joelho foi causada por um golpe ou acaba de ocorrer.
  • Pegue um punhado de folhas de sálvia e coloque em um pano embebido em água morna. Aperte (como se fosse espremer) e coloque sobre o joelho. Realize fricções com este pano por 10 minutos. Repita diariamente até que a dor reduza. Este remédio é ideal quando não existe inflamação e quando se passou 24 horas de ter recebido um golpe na área do joelho.
  • Coloque um travesseiro ou almofada sob a articulação e permaneça em repouso 24 ou 48 horas depois de um golpe forte no joelho ou diante de um ataque de dor aguda.

Leia também: “Entorses, Contusões e Luxações: Exercícios Para Evitar Uma Entorse”.

  • Coloque uma bolsa de água quente sobre o joelho depois de 48 horas de um golpe forte no joelho.
  • Introduza um par de folhas de repolho verde em uma bacia que contenha água que está fervendo. Em seguida, aperte para extrair seu suco e coloque sobre o joelho ainda quente. Cubra com um pano e deixe colocado por 30 minutos.
  • Misture 15 gotas de óleo essencial de hortelã com 50 ml de óleo de amêndoa e realize uma massagem sobre o joelho, se este se encontra vermelho e quente.
  • Misture 15 gotas de óleo essencial de gengibre e 50 ml de azeite de oliva e realiza uma massagem sobre o joelho, se este apresenta dor, mas está frio.

Leia também: “Lesões no Pescoço: Causas, Sintomas e Como Proceder”.

  • Despeje ½ colher de chá de pó de pimenta caiena em 1 xícara de vinagre de maçã e misture. Em seguida, embeba um pano com esta preparação e coloque sobre a área afetada. Deixe por 20 minutos e, em seguida, enxague com água. Repita este remédio 2 vezes por dia até que a inflamação e a dor desapareçam.

Recomendações: Evite ficar ajoelhado. Qualquer atividade (como jardinagem) que requer estar de joelhos muitas vezes deve ser evitada, já que, caso contrário, a dor não será reduzida.

Perder peso. No caso de estar acima do peso, é necessário emagrecer. Esta ação ajudará a aliviar a pressão sobre as rótulas dos joelhos.

strong>Use sapatos baixos e confortáveis. Saltos altos aumentam a pressão sobre os joelhos. Por isso, é necessário usar sapatos de salto baixo ou sem salto.

Mudar de posição. É importante compreender que estar por um bom tempo sentado pode colocar muita pressão sobre os joelhos. É preciso mudar de posição com intervalos depois de cada 45 minutos de preferência. É igualmente necessário notar que a altura da cadeira seja a correta e que permite que os pés estejam firmemente apoiados sobre o chão. Caso contrário, você deve conseguir uma cadeira mais baixa ou um banquinho para apoiar os pés.

Estique os joelhos. Para que seus joelhos não estejam tensos e possam causar dor, é necessário de vez em quando ao longo do dia, durante 10 minutos, se agachar, relaxar e esticar os joelhos.

Outro exercício que pode ser usado, especialmente depois de algum exercício consiste em deitar de costas e levar os joelhos até o peito e, em seguida, você deve começar a endireitar uma perna. Você deve manter o alongamento enquanto conta até dez, e depois relaxar. Repita o exercício com a outra perna.

Exercícios para fortalecer os músculos e ligamentos do joelho. A seguir, detalhamos dois exercícios que tem esse objetivo:

  • Exercício # 1: Sentado em uma cadeira, abra ligeiramente as pernas, apoie os pés no chão e coloque as mãos sobre os lados dos joelhos. Faça força com a parte interna das coxas, como se estivesse tentando fechá-las, enquanto evita com as mãos. Se você tiver uma bola de espuma de borracha coloque entre seus joelhos e faça o mesmo movimento. Ao fechar as pernas apertando os joelhos você vence a resistência da bola deformando-a ligeiramente. Em seguida, abra com cuidado.
  • Exercício 2: Sentado em uma cadeira como no exercício anterior, apoie bem as costas, com as pernas juntas e os pés tocando o chão. Eleve a perna direita até que a ponta do dedo do pé fique em linha com o joelho, mantenha 5 segundos observando a tensão dos quadríceps (músculo da frente da coxa) e abaixe. Repita 6 vezes com cada perna. Se você fizer este simples movimento todos os dias verá como pouco a pouco a musculatura das suas pernas se fortalece.

Tente não descer as escadas abruptamente, tentando amortecer os passos. Tente não permanecer muito tempo em hiperflexão (agachado), assim como as hiperextensões bruscas.

Atenção, as sugestões encontradas nesse artigo não possuem base científica comprovada, sendo assim não devem ser substituídas, em hipótese alguma, por um tratamento médico convencional e/ou ao seguir essas sugestões, os sintomas ou condições a que esse artigo se propõem ajudar podem se agravar.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.