Os olhos são um dos órgãos mais sensíveis do corpo e, como tal, por vezes, sofrem a ruptura de pequenos vasos sanguíneos. É o que chamamos de um derrame ocular. Qualquer lesão pode derivar em tais hemorragias e, consequentemente, o olho se tornará de uma cor vermelha mais ou menos intensa.

Em função da causa, que tenha provocado o derrame e o tipo de hemorragia que é podemos encontrar diferentes sintomas. Na verdade, às vezes, podemos nos encontrar com os olhos vermelhos e não saber a origem. No entanto, é extremamente importante que prestemos atenção a certos sinais, a fim de discernir se é necessária a atenção médica; e existem casos em que a pessoa afetada pode perder a visão.

Derrame Ocular: Sintomas e Como Evitar

Sintomas de Derrame Ocular de Acordo Com Seu Tipo

Existem vários tipos de derrames oculares e de acordo com o tipo seus sintomas são diferentes. Estes são os principais sintomas:

Hemorragias subconjuntivais: No olho se apreciará uma mancha vermelha cujo tamanho pode ser muito pequeno ou tão grande como para ocupar todo o olho, especificamente a esclera, que é a área branca do olho. Normalmente este tipo de derrame não é doloroso e você não percebe que tem se não olhar no espelho ou alguém te apontar a vermelhidão do olho. Às vezes, sim, você pode sentir algum desconforto, uma sensação de ressecamento ou de ter algo dentro do olho. No entanto, desaparece em poucos dias.

Hemorragias na córnea: Este tipo de derrame ocular, sim, é revestido de gravidade e nem sempre são perceptíveis, especialmente se a íris é escura. A dor é evidente e constante e a sensação será como de pressão. Além disso, são observados outros sintomas como sensibilidade à luz, visão turva e inclusive inchaço na íris e na pupila.

Leia também: "Olhos Secos: Conheça as Causas e Coloque em Prática As Soluções".

Apesar de todos estes sintomas nem sempre somos capazes de detectar que estamos tendo uma hemorragia na córnea. Um derrame subconjuntival não requer de nenhum tratamento médico, já que o sangue vai desaparecendo pouco a pouco. Durante este processo, o olho poderia se tornar amarelado fracamente, mas não se preocupe com isso. Por outro lado, a hemorragia da córnea necessita de maior atenção, já que ao não usar os tratamentos adequados você pode chegar a perder o olho.

Se acreditamos que estamos tendo este tipo de hemorragia teremos que ir ao médico imediatamente para que nos indique quais ações devemos realizar. Muitas vezes têm a ver com manter os fechados com gazes, sempre sem exercer pressão; e manter a cabeça elevada ao se deitar, de maneira que favoreça a drenagem do sangue. Normalmente a condição desaparece de forma espontânea, mas se é muito grave será necessário extrair o sangue cirurgicamente.

Como Evitar o Derrame Ocular?

Com mais frequência do que nós imaginamos é a negligência que produz esses derrames oculares. Não usamos óculos de segurança para nos proteger, praticamos esportes de contato, sem quaisquer precauções... A única maneira de evitar isso é ser cuidadoso com os nossos olhos e tratá-los como o grande tesouro que são e se notamos os sintomas que indicamos devemos procurar um médico.

Denise Cipolli Terapeuta Holística

Denise Cipolli
Terapeuta Holística
Denise A. Ribeiro Cipolli possui mais de 5 anos de experiência em terapia holística e é formada pela UHB Universidade holística Do Brasil de Guaratinguetá desde 2012.